Diário Online
FIQUE ATENTA!

Sinais da vagina para procurar ajuda médica urgente

Saiba a hora de procurar ajuda profissional.

sexta-feira, 11/03/2022, 09:40 - Atualizado em 11/03/2022, 09:40 - Autor: FOLHAPRESS

Google News

iStock
iStock |

Há alterações na vagina que deve ser tidas em conta e motivar uma consulta. Por isso, é importante estar atenta aos sinais que o corpo possa estar a transmitir. 

Eis quatro sinais de alerta que não pode ignorar:

1- Ardor ou coceira

Estas sensações podem ocorrer devido ao uso de  sabonetes. No entanto, os mesmos sintomas podem estar relacionados a infecções por fungos, vírus e bactérias.

Em entrevista ao jornal The Sun, a ginecologista Suzy Elneil, do University College Hospital, em Londres, alerta: "A coceira pode ser devido a um problema generalizado de pele, como o eczema, ou pode ser sinal de outra condição. Se persistir por mais de um mês, deve consultar um médico".

2- Corrimento

O corrimento vaginal transparente ou esbranquiçado, sem cheiro, é característico das mulheres em fase reprodutiva. No entanto, quando este apresenta cor, cheiro ou uma consistência diferente do habitual pode indicar a presença de alguma infecção bacteriana, como a candidíase, ou de doença sexualmente transmissível (DST), como a gonorreia.

3- Inchaço

A presença de caroços, inchaços ou verrugas na vulva pode ter diferentes razões, desde irritações causadas pelo uso de lâminas a DSTs. A visita ao médico é obrigatória, sobretudo se estas protuberâncias forem grandes e dolorosas.

4- Odores fora do comum

O cheiro da vagina varia de acordo com o ciclo menstrual. Contudo, se este se tornar mais forte ou fétido pode ser um sinal de vaginose bacteriana, um tipo de infecção que ocorre quando os lactobacilos são substituídos por bactérias anaeróbias. Este quadro é habitualmente assintomático, mas é necessário ir ao médico para iniciar o tratamento adequado.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS