Diário Online
Notícias / Mundo-Notícias
GUERRA

Rússia confirma uso de arma a laser na Ucrânia

Kremlin anunciou o uso de armas de nova geração para fazer frente com o armamento enviado à Ucrânia pelo Ocidente

quinta-feira, 19/05/2022, 17:51 - Atualizado em 19/05/2022, 17:49 - Autor: Com informações de Folha/UOL

Google News

Conflito já passa do 80º dia
Conflito já passa do 80º dia | Reprodução

Na quarta-feira (18), a Rússia anunciou a utilização de uma nova arma a laser na Ucrânia. A invasão chega ao seu 85ª dia. O armamento em questão é capaz de queimar drones usados pelas forças de Kiev.

De acordo com o Kremlin, as tropas russas recorreram a armas secretas para fazer frente com os equipamentos enviados à Ucrânia pelo Ocidente.

Pela televisão, o vice-premiê russo encarregado do desenvolvimento militar no país, Yuri Borisov, disse que a arma inibe o funcionamento de sensores de satélite a até 1.500 km da Terra.

Não foram revelados outros detalhes sobre o equipamento. Porém, em 2018, o presidente Valdimir Putin exibiu uma arma a laser chamada Peresvet, enquanto apresentava uma série de armas de nova geração.

Questionado se o dispositivo seria o Peresvet, Borisov afirmou que já existem sistemas russos mais potentes, capazes de danificar drones e outros equipamentos. O utilizado na Ucrânia chama-se Zadira, disse o vice-premiê.

Ainda segundo Borisov, um teste feito anteriormente mostrou que a nova arma pode destruir um drone a até 5 km de distância em cinco segundos.

“Se o Peresvet cega [os sensores do satélite], a nova geração de armas a laser leva à destruição física do alvo. É uma destruição térmica, eles queimam [o alvo]”, explicou.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS