Diário Online
Notícias / Notícias Brasil
ELES ESTÃO CHEGANDO!

Senado marca audiência para debater sobre ovnis no Brasil

A sessão foi agendada para o dia 24 de junho

sábado, 21/05/2022, 10:20 - Atualizado em 21/05/2022, 10:18 - Autor: Conformações MSN

Google News

Após a presença de ÓVNIs no território brasileiro, o senador Eduardo Girão (Podemos) solicitou a realização de uma audiência pública para debater sobre o tema.
Após a presença de ÓVNIs no território brasileiro, o senador Eduardo Girão (Podemos) solicitou a realização de uma audiência pública para debater sobre o tema. | Reprodução/Divulgação

Objeto voador não identificado, os populares ovinis, ou UFO na sigla em inglês, é um objeto ou luz vistos no céu que não consegue ser identificado pelos observadores com os meios de exame ao seu dispor. Essas aparições já foram registradas em diversos países e a maioria desses relatos, depois de investigados, são identificados como fenômenos mundanos ou naturais, mas parece que a coisa é mais séria. 

Nos últimos meses, um assunto até pouco tempo atrás descartado como teoria da conspiração ou piada vem sendo debatido com seriedade pelas autoridades em todo canto do mundo.

Após a presença de ovinis no território brasileiro, o senador Eduardo Girão (Podemos) solicitou a realização de uma audiência pública para debater sobre o tema. A sessão foi marcada para o dia 24 de junho. 

Veja também:


Para que a Sessão Especial fosse tema no Senado, Girão mencionou um relatório feito pelo Pentágono no ano passado, além reunir assinatura de congressistas. 

Com o horário previsto para às 10h, o evento será feito no dia em que se é comemorado 75 anos do Dia Mundial da Ufologia e poderá receber a presença de especialistas sobre o assunto.

O requerimento foi aprovado em 16 de março, contou com a assinatura de Alessandro Vieira (Cidadania-SE), Jorge Kajuru (Podemos-GO), Eliziane Gama (Cidadania-MA), Reguffe (Podemos-DF), Paulo Rocha (PT- A), Marcos do Val (Podemos-ES) e Izalci Lucas (PSDB-DF). 

Origens de ovnis nos EUA

Com 140 casos relatados por militares desde 2004, as Forças Armadas dos EUA afirmaram estar empenhada em descobrir não só suas origens, mas também se os objetos não identificados apresentam riscos para a realização de voos e da segurança geral.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS